Saiba como deslocar-se em Lisboa usando os transportes públicos

Usar os transportes públicos para deslocar-se em Lisboa é uma boa solução para quem quer fugir ao trânsito e à poluição. E há várias soluções na capital, como o metro, o comboio, o autocarro, o barco ou o elétrico. Fique a saber como circular em Lisboa e quanto custa.

Comparada com outras capitais europeias como Londres ou Paris, a cidade de Lisboa não é muito grande. Mesmo assim, os transportes públicos continuam a ser uma forma rápida e eficaz de se deslocar, não só dentro da cidade mas também dos concelhos mais próximos até à capital. Conheça as opções para deslocar-se em Lisboa.

Metro

deslocar-se-em-lisboa

Um dos meios mais populares para se movimentar em Lisboa é o metro. A rede de metro em Lisboa funciona entre as 6:30 e a 1:00 e inclui quatro linhas. São elas:

  • Linha azul: Liga a Reboleira a Santa Apolónia. Tem 18 estações e passa, por exemplo, pelo Marquês de Pombal, pela Avenida da Liberdade, pelos Restauradores, pela Baixa-Chiado e pelo Terreiro do Paço;
  • Linha amarela: Esta linha liga Odivelas ao Rato e tem 13 estações. Junta-se à linha verde no Campo Grande, à linha vermelha no Saldanha e à linha azul no Marquês de Pombal. Tem também correspondência com o comboio na estação de Entrecampos;
  • Linha verde: Liga Telheiras ao Cais do Sodré. Tem 13 estações, embora a de Arroios esteja encerrada para obras pelo menos até ao final de 2020. Liga à estação ferroviária de Roma-Areeiro e do Cais do Sodré;
  • Linha vermelha: São 12 estações, que vão do Aeroporto a São Sebastião. Tem correspondência com o comboio na estação do Oriente.

Se compararmos com as 11 linhas do metro de Londres ou com as 16 linhas do metro de Paris, percebemos que o metro de Lisboa é bastante simples, ainda que abranja uma parte significativa da cidade.

Quanto custa andar de metro?

Uma viagem de metro custa €1,50 e deve ser carregada no cartão viva viagem/7 colinas, que custa €0,50. Portanto, se ainda não tem cartão, precisa de pagar €2 na sua primeira deslocação (€0,50 pelo cartão e €1,50 pela viagem). O preço da viagem inclui ainda a possibilidade de, no período de uma hora, entrar num autocarro da Carris sem pagar mais por isso. Por exemplo, se entrar no metro às 10:00, pode sair da estação e apanhar um autocarro da Carris até às 11:00. 

No entanto, não pode sair do metro e voltar a entrar. Se o fizer, terá de voltar a pagar uma nova viagem. Há também os carregamentos válidos por 24 horas, que podem ser usados em conjunto com a Carris e com a CP (comboios) ou com a Carris e a Transtejo/Soflusa (barco). Consulte aqui a tabela de preços do metro de Lisboa.

Uma alternativa mais económica é o zapping, um bilhete pré-pago que permite carregamentos no cartão viva viagem/7 colinas entre 3 e €40. Assim, por pagar em adiantado, cada viagem no metro custa €1,33, um valor inferior ao preço unitário normal, e o valor será deduzido do saldo do cartão. Pode usar os transportes da Carris (autocarros, elétricos, Elevador de Santa Justa, funiculares), metro, CP, Transtejo/Soflusa (barcos), Fertagus e MTS – Metro Sul do Tejo.

Os bilhetes para andar de metro podem ser comprados nas estações, quer nas máquinas automáticas quer nos postos de venda.

Comboio

Para se deslocar em Lisboa de comboio pode usar dois operadores: a CP e a Fertagus.

CP

deslocar-se-em-lisboa

Os comboios da CP que têm ligação direta à cidade de Lisboa são os das linhas de Sintra/Azambuja e Cascais. Os comboios da Linha do Sado chegam até ao Barreiro, na margem sul do rio Tejo, com origem em Praias do Sado, em Setúbal. Daí é preciso apanhar um barco para chegar à cidade de Lisboa.

Linha de Sintra/Azambuja: Faz a ligação entre as linhas de Sintra e da Azambuja. Há ligação com o metro nas estações do Rossio, Sete Rios, Entrecampos, Roma-Areeiro, Oriente e Santa Apolónia.

Linha de Cascais: A linha de Cascais liga o concelho de Cascais ao Cais do Sodré. É composta por 17 estacões e tem correspondência com o metro no Cais do Sodré.

Linha do Sado: A linha do Sado liga Praias do Sado ao Barreiro, na margem sul do rio Tejo. Embora não tenha ligação direta à cidade de Lisboa, é possível apanhar um barco da Transtejo Soflusa até ao Terreiro do Paço.

Quanto custa andar na CP

O custo de andar de comboio na CP depende do número de zonas que se percorre:

  • 1 zona: €1,35
  • 2 zonas: €1,65
  • 3 zonas: €1,95
  • 4 zonas: €2,25
  • 5 zonas: €2,55

Por exemplo, a viagem entre as estações de Sintra e do Rossio abrange quatro zonas. Por isso, custa €2,25. Mas uma viagem do Cacém até ao Rossio já são apenas três zonas, com o custo de €1,95. Além disso, tal como no metro, é preciso carregar as viagens no cartão viva viagem/7 colinas, que custa €0,50. Consulte aqui as zonas das linhas de Sintra, Azambuja, Cascais e Sado.

Pode comprar os bilhetes da CP nas máquinas ou nas bilheteiras existentes nas estações.

Fertagus

A Fertagus liga Setúbal a Lisboa e Coina a Lisboa através da ponte 25 de Abril. A estação terminal do lado de Lisboa é Roma-Areeiro. Assim, a Fertagus partilha com a CP as estações de Campolide, Sete Rios, Entrecampos e Roma-Areeiro.

Pode comprar bilhetes nas máquinas automáticas e nas bilheteiras.

Quanto custa andar na Fertagus?

Dentro da cidade de Lisboa, na margem norte do rio Tejo, uma viagem na Fertagus custa €1,50. Se quiser atravessar a ponte, o preço passa a ser por estação, não havendo zonas como na CP. Por exemplo, se quiser ir de uma estação em Lisboa para o Pragal (a primeira depois da ponte), o preço é €2. Para chegar a Setúbal, o preço já é €4,55. 

Existem também os bilhetes pré-comprados, que podem ser carregados com 5 ou 10 viagens. Consulte aqui o tarifário da Fertagus.

Autocarro

Uma outra forma de circular em Lisboa é usar o autocarro. A Carris, a Vimeca/LT, a Rodoviária de Lisboa e os TST são as empresas que têm autocarros a circular em Lisboa. 

Carris

Os autocarros da Carris prestam um serviço urbano e suburbano. Há carreiras que ligam alguns pontos principais da cidade e outras que vão a sítios menos centrais, como Linda-a-Velha ou Portela de Sacavém. Há uma carreira, a 753, que atravessa a ponte 25 de Abril.

A tarifa de bordo nos autocarros da Carris é de €2. Se tiver o cartão viva viagem/7 colinas, fica-lhe apenas por €1,50 e permite viajar neste autocarros em combinação com o metro. Há também os bilhetes de 24h combinados com o metro e a Transtejo/Soflusa ou com o metro e a CP.O sistema zapping permite carregamentos no cartão viva viagem entre €3 e €40, com cada viagem a custar €1,35.  

As viagens da Carris podem ser adquiridas nas máquinas do metro, nas Lojas MOB do Arco do Cego e de Santo Amaro, nos quiosques MOB (Cais do Sodré, Campo Pequeno, Colégio Militar, Lumiar e Praça da Figueira) e nos pontos MOB e Payshop. 

Veja aqui qual o posto de venda mais perto de si e consulte aqui o tarifário da Carris. 

Vimeca/LT

A Vimeca/LT faz a ligação entre Lisboa e alguns concelhos envolventes, como Oeiras ou Amadora. Também circula dentro do concelho de Sintra. As tarifas de bordo variam entre €2,40 e €4,30.

Também pode carregar o cartão viva viagem/7colinas com um valor entre €10 e €40, ficando cada viagem com o custo de €1,45.

Pode adquirir títulos de transporte nos postos de venda da Vimeca/LT ou num dos agentes autorizados.

Rodoviária de Lisboa

A Rodoviária de Lisboa opera nos concelhos de Lisboa, Loures, Odivelas e Vila Franca de Xira. A tarifa de bordo custa entre €2,35 e €4,80, embora em algumas carreiras da rede verde o preço seja mais baixo: entre €1 e €3,75. 

Pode também optar pelo sistema zapping. Para isso, deve carregar o cartão viva viagem/7colinas com um valor entre os €5 e os €40. Deste modo, cada viagem terá o custo de €1,45. Consulte aqui os postos de venda da Rodoviária de Lisboa.

TST 

Os TST (Transportes Sul do Tejo) andam sobretudo no distrito de Setúbal, mas também fazem ligações a Lisboa, através de 22 das carreiras suburbanas (151, 152, 153, 155, 158, 159, 160, 161, 162, 168, 169, 176, 207, 260, 333, 431, 432, 435, 437, 453, 754 e 755) e de quatro carreiras rápidas ( 561, 562, 563 e 565).

As tarifas de bordo variam entre €1,40 e €4,80. Na cidade de Lisboa, os TST têm postos de venda no Areeiro, na Praça de Espanha e no Gare do Oriente. Saiba aqui quais os outros postos de venda.

Elétrico

Os elétricos em Lisboa são operados pela Carris e o preço de uma viagem comprada a bordo é de €3. Existem 12 percursos de elétrico em Lisboa. Os bilhetes do elétrico são comprados no mesmo sítio onde se compram os bilhetes de autocarro da Carris.

Barco

Os barcos fazem a ligação entre a margem sul e a margem norte do rio Tejo. A empresa responsável é a Transtejo/Soflusa. As ligações existentes e os respetivos preços são os seguintes:

  • Barreiro – Terreiro do Paço: €2,45
  • Cacilhas – Cais do Sodré: €1,30
  • Trafaria – Porto Brandão – Belém: €1,25
  • Montijo – Cais do Sodré: €2,80
  • Seixal – Cais do Sodré: €2,45

As viagens são compradas nas bilheteiras ou nas máquinas de venda automática existentes nas estações e terminais fluviais

Andar em todos os transportes: no máximo €40 por mês

Desde abril de 2019 que andar em todos estes operadores custa no máximo €40 por mês por pessoa, através dos passes Navegante. São passes mensais, ou seja, válidos entre os dias 1 e final de cada mês. O mais caro é o Navegante Metropolitano e custa os tais €40. Este passe permite viajar nos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa. Assim, se pagar este passe, pode andar em todas as operadoras de que falámos neste artigo.

Outro passe é o Navegante Municipal, que custa €30. Também permite utilizar todas as operadoras, mas apenas num dos 18 municípios de Lisboa. Por exemplo, se tiver o Navegante Municipal Lisboa só poderá andar em Lisboa. Se quiser viajar para outro concelho terá de pagar o preço de uma viagem normal.

Há descontos para reformados, estudantes e famílias

Se tiver mais de 65 anos, for reformado ou pensionista pode usufruir do Navegante +65. Este passe custa €20 e permite andar nos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa. 

Também os estudantes têm desconto nestes passes. Os alunos do ensino não superior que tiverem até 18 anos e os alunos do ensino superior que tenham até 23 anos podem beneficiar de um desconto entre 25% e 60% nos passes Navegante Metropolitano e Navegante Municipal. Para as crianças até aos 12 anos, os passes são gratuitos, à exceção da emissão do cartão que custa €7.

Já as famílias só podem pagar no máximo o valor de dois passes, seja na versão Metropolitano ou Urbano. Por exemplo, uma família onde quatro elementos tenham o passe Navegante Metropolitano vai pagar o equivalente a dois passes, ou seja, €80. Para o Navegante Municipal, o máximo por família é €60.

Saiba onde pedir o seu passe

O passe para circular em Lisboa é carregado no cartão Lisboa Viva. O pedido de emissão do cartão é feito no balcão de um dos operadores de serviço de transporte ou no site portalviva.pt. Tem o custo de €7 e demora no máximo 10 dias a estar pronto.

No entanto, se precisar do cartão de um dia para o outro, pode fazer um pedido urgente, que custa €12. Esse pedido só pode ser feito nas estações de metro do Campo Grande e do Marquês de Pombal, nas lojas da Carris de Santo Amaro e do Arco do Cego, na estação da CP de Santo Amaro (linha de Cascais), na estação da Fertagus do Pragal e no terminal fluvial do Cais do Sodré da Transtejo/Soflusa.

Agora que sabe como deslocar-se em Lisboa, aproveite os transportes públicos e faça, por um exemplo, uma visita aos melhores mercados da cidade.

Está a pensar numa mudança para Portugal?

De que preciso para comprar casa?

Ler artigo

O parceiro certo para financiar a sua casa

Saber mais